Sobre loucura, café e cigarro.

00:21 / Postado por Ricardo(Sano) /

"Vontade de jogar tudo pra cima."

É o que lhe passa pela cabeça quando se pega olhando para o nada.
Vontade de mandar tudo pro espaço e fazer a loucura que tem em mente. Loucura? Quem disse que é loucura?
Loucura só é loucura mesmo, se você achar que é assim.
"Mas a sociedade..." eles lhe diriam.
Que se foda a sociedade! O que a sociedade sabe sobre VOCÊ?!
Errado, certo, loucura, sanidade, tantos conceitos distorcidos. Palavras abstratas, sem definição exata. Tudo uma questão de ponto de vista. O que é errado para uns, é o certo para outros.
Dizem que ele vai quebrar a cara pensando assim.
"E daí?" ele responde.
Se fosse se preocupar com tudo o que lhe dizem, não brincaria feito criança todos os dias sem se importar com comentários e olhares. Mas não seria tão feliz quanto a criança que brinca.
Se fosse se preocupar com tudo o que lhe dizem, não dançaria como se o mundo fosse acabar embaixo de seus pés. Mas não sentiria todo o prazer que a dança lhe traz.
Se fosse se preocupar com tudo o que lhe dizem, não se apaixonaria por alguém que lhe pareça impossível. Mas não sentiria o frio na barriga e as borboletas voando com um telefonema, ou uma mensagem de texto.

Agora ele tem um plano.
Não.
Agora ele tem um desejo. Desejo é a palavra correta.
Não.
É mais que isso. Não dá pra explicar.
Ele quer. Ele vai. Pronto. E vai valer a pena. "Tudo vale a pena se a alma não é pequena", afinal de contas.

Vai deixar o sol queimar, vai ouvir o barulho das águas, vai ouvir vozes novas, olhar pessoas diferentes, escutar uma voz familiar, deitar, sorrir e dormir. Acordar e ver que não é um sonho, sorrir, tomar o seu café, fumar aquele cigarro de todas as manhãs e dizer BOM DIA. E realmente, é um bom dia. Foi um bom dia. Será um bom dia. Serão todos. É nisso que acredita. Loucura?
Não.

"I'll be doin' my best. I'll see you soon."

2 comentários:

Comment by S.A.M on 3 de maio de 2010 11:45

Não, isto não é loucura.

O que importa é estarmos felizes consigo mesmos. o resto a gente dribla. Cada dia eu penso mais e mais assim.

Comment by eduardotrs_10 on 4 de maio de 2010 22:30

Adoreiiiiiiiiiiiiii

Postar um comentário